O Roubo da bicicleta

Nunca foi fácil ser criança na minha infância… eu tinha 5 irmãos mais velhos e 3 mais novos que eu, acredito que meus outros irmãos devem ter a mesma impressão que eu mas nós tínhamos que lutar por atenção, para se ter as coisas, até por comida mesmo pois se você não comesse o que era colocado naquele exato momento, ficaria com fome até a próxima refeição e assim era a lei na casa de Dona Geralda(D. Generalda para os íntimos).

Com os brinquedos(quando tínhamos)eram assim também. Lembro que meu irmão mais velho comprou uma bicicleta Caloi Cross que só usava quando chegava da escola por alguns minutos pois já havia passado desta fase e o que era trágico nisto tudo era que ele não queria emprestar a belezura para ninguém… inclusive para esta pessoa que vos fala/escreve. Encurtando a estória, no final a prole toda aprendeu a andar de bicicleta, depois que ele se enfadou da mesma mas até então, tive que usar meus poderes sobrenaturais para andar naquela bike.

Eu sou uma pessoa tipo A… acordo cedo, durmo cedo, me alimento bem, durmo entre 8 e 10 horas por dia, desde que me conheço por gente. Faço minhas coisas todas sempre antes das 11 h da manhã.

Aprendi a andar de bicicleta aos 11-12 anos de idade pois meu pais tinham que priorizar as coisas básicas da vida como escola, vestimenta, alimentação… essas coisas são básicas para muitos mas para uma família de 11 pessoas isto era nossa prioridade mesmo e os brinquedos eram poucos, quando os tinham. Nós tínhamos que usar nossa imaginação para brincar e sempre era bem divertido.

Eu sabia onde meu irmão guardava a chave da tranca da bike e quando finalmente eu tinha liberdade para ser quem eu queria, me metia naquela danada. Nossa casa tinha dois becos ou passarelas adjacentes que rodeavam o terreno, os becos eram minúsculos mas dava para tentar se equilibrar ali com uma bike e assim aprendi a andar de bicicleta arranhando meus ombros quando escorregava. Nesta época eu acordava as 5h da manhã, dava umas 5 voltas na bike e depois começava a fazer minhas coisas… todos acordavam a partir das 6h da manhã mais ou menos.

Meus irmãos não sabiam do meu “treino secreto”, um dia(quando tiveram uma crise de piedade)me chamaram para me “ensinar” a andar de bicicleta. Subi na bicicleta e sai pedalando, meio bamba, meu estilo centopeia mas andei direitinho e esta foi minha primeira pedalada fora do beco… só havia treinado me segurando pelas paredes até então… consegui fazer as voltas ou curvas com o tempo e me saí uma ótima ciclista.

Acredito que se isto tivesse acontecido na minha época de adolescente Rebelde sem causa eu ditaria Gênesis 21:20* (explico lá em baixo)para eles em forma de protesto para devolver o tapa na cara que os irmãos mais novos levam quando são subestimados pelos irmãos mais velhos. Hoje na fase adulta talvez fizesse diferente, tentaria fazer um acordo antes de “pegar emprestado” a bike pois tenho outros valores, mas naquela época a questão era de sobrevivência mesmo, concordam?!

Meu irmão sacou que eu havia usado a bike dele escondido e começou a esconder a chave em lugares mais difíceis, mas nada tão difícil para moi(para mim, como diz o belo francês). Até que um dia ele dormiu com a chave dentro da cueca dele, pois eu fui lá, meti a mão, peguei a chave dentro da cueca dele enquanto ele dormia e fui para minha aventura. Gostaria de explicar que isto só aconteceu uma vez pois acredito que ele estava frustado com minhas fugas ciclísticas. Depois disto, he just gived it up(desistiu)e me liberou mais a bike, o venci pelo cansaço e passei a ter uma relação com aquela bike, saía com ela, descobria muitos lugares legais na vizinhança e isto foi ótimo para mim. Sagitariano precisa de liberdade e a minha naquela época era de cárcere privado.

Fiquei tão boa na coisa que fazia até malabarismo na bike, colocava o pé na cela e andava metros como uma contorcionista. Sempre lutei muito pelas coisas que eu desenvolvia pois é lutando que conseguimos o “impossível”… lutar, lutar e lutar.

Resultado: Meus filhos aprenderam a andar de bicicleta com 4 anos de idade e desde os 6 anos de idade eles participam dos treinos de Mountain Bike(trilhas na floresta)2 vezes por semana nas estacões mais quentes do ano que vão de abril à outubro por aqui pois sei como foi difícil para mim aprender a se equilibrar naquelas duas rodas e não quero isto para eles. Eles fazem muitas coisas com uma bike, andam de uma roda só(tanto com a dianteira quanto com a traseira), conseguem andar sem as mãos por quilômetros se quiserem, dão cada cavalo de pau, rabiada, conseguem pular entres as pedras que chegam a alturas de metros… são BEM melhores que eu nas técnicas. Meus filhos serão o que eles quiserem ser, o mundo das possibilidades estão nas mãos deles e assim que tem que ser.

Genesis(21:20): “Deus esteve com o menino; ele cresceu, habitou no deserto, e tornou-se um flecheiro.” (Quis dizer nas entrelinhas que se isto acontecesse na minha fase de adolescente rebelde sem causa, eu simplesmente diria que nasci pedalando pois quem habita no deserto não se torne um bom flecheiro). 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.