A Retirante da era de Aquários

“Há duas maneiras de espalhar a luz: ser a vela ou o espelho que a reflete” (Edith Wharton)

Você se conhece? Sabe realmente quem você é? De onde você veio? Para onde vai/vamos?

Como boa sagitariana, estas perguntas sempre me seguem e por mais que tento respondê-las, abro vazão para mais perguntas. Assim é a filosofia da vida mas sempre me saio mais sábia, mas ciente de mim quando me faço estas perguntas. Vale a pena se questionar. Nossas bagagens tem um infinito de recursos onde podemos ter uma idéia de tudo isto.

Por exemplo, descobri dia desses que tenho a veia da escrita e de onde veio esta qualidade? Quais são seus talentos? Dança? Leitura-Literatura? Artes? Música? Teatro? Trabalhos manuais? You name it…

Sabendo de onde você veio e não precisa se iluminar para ter acesso a isto pois não estou falando de vidas passadas… sabendo dos costumes da sua família, tendo consciência de sua trajetória, onde você mora agora? Tudo isto já responde um monte de coisas.

Existe uma categorização meio tosca aqui na Noruega, não gosto muito de categorizações mas esta pode ajudar quando conhecerem pessoas novas.

Eles, geralmente, usam estas três perguntinhas para quebrarem o gelo quando conhecem alguém novo, são elas:

1- Onde você mora?

2- Com quem você vive?

3- Qual a sua profissão?

Estas perguntas podem te dar um parâmetro de onde você está na sua vida também.

Você está satisfeito com o local que você mora?

Como anda a sua vida pessoal? Você está satisfeito com seu(sua) parceiro(a)?

Seu trabalho, profissão, ocupação, ganha pão… onde você passa a maior parte do seu tempo produzindo está dentro dos seus padrões?

A diferença entre Auto-conhecimento e auto estima é isto… pois sabendo quem você é, você reflete suas qualidades nos seus atos(autoestima), elas estão interligadas. Quanto mais perguntas e confusão, mas autonomia você terá… tenha coragem de nadar neste oceano de sua consciência.

Quando nós NÃO temos consciência dos nossos defeitos e nossas qualidades, nós temos uma tendência de arcar com a culpa ou colocar a culpa no outro ao passar por algo desafiador. Isto nos deixa com sentimento de culpa ou se sentindo os donos da razão… lembra que toda estória tem duas versões? E assim a auto-confiança e consequentemente a autoestima vão para o beleléu.

Me considero a retirante da nova era de aquários pois as distâncias nestes novos tempos são mais longas e lembro que cheguei por aqui sem falar inglês(não sabia nem o The Book is On The Table), sem falar norueguês e ninguém sabia falar português por estes lados da Escandinávia… falava com mímicas, entrei no ostracismo, tinha uma carga horária enorme de trabalho-estudo para correr atrás do prejuízo por anos, fases de paranóias, já tive trilhões de fases por estes lados mas nunca desisti e foi isto que me fez ser o que sou hoje. Ninguém é que nem eu… minhas estórias são minhas. Voltando para estória de minha família que migra e emigra há alguns centos anos, estou só continuando o carma deles concordam?! Go it?!

Deixo 10 dicas para melhorar sua autoestima e saiba que você não está sozinho ou sozinha… a diferença é se você vai querer ser sua própria luz ou o reflexo da mesma através espelho.

1- Saiba a diferença entre auto-conhecimento e autoestima. O primeiro é o mesmo que ser consciente das suas qualidades, de seu próprio valor e o segundo é como você se vê.

2- Faça três afirmações positivas sobre você diariamente… escreva-as, fale-as em voz alta e reflita sobre elas. Costumo começar as minhas com EU SOU…

3- Não se compare com os outros. Compare-se consigo mesmo e seja inspirado por outros, você nunca deve se sentir pior do que ninguém porque eles conseguem algumas coisas melhores. Lembre-se, nós somos únicos.

4- A boa autoestima permite que você siga seus próprios sonhos e desejos. Não pegue para você as escolhas ou sonhos dos outros.

5- Viva e reveja sempre seus próprios padrões e valores. O que é certo para você? Faça o que puder para viver por isso.

6- Acredite em si mesmo. Muitos se tratam mal. Você precisa se tratar como alguém que você se importa.

7- Você é o seu melhor! Você se sente desatualizado, incapaz, insuficiente? Pare com isso… Imagine que você é maravilhoso e faz o melhor que pode, e é realmente um vencedor.

8- Se liberte da vergonha e da culpa. Uma verdadeira autoestima ajudará você a se libertar de sentir vergonha e culpa.

9- Viva agora! Exercite-se, esteja no aqui e agora, em vez de se ater ao que acabou, ou se preocupar com o que virá amanhã.

10- Levante-se! Os caminhos são muitos e exigem muito de nós. Saiba que a escolha é sua, não dos outros.

Para estar bem no caminho de seus objetivos, você deve estar ciente do que pensa e quer dizer. Boa Caminhada, People!

(Dicas tiradas do dia nacional da saúde mental na Noruega e traduzidos p MJ)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.