O Eterno não pode ser Excitante

Existem várias Visões, Teorias, Filosofias, Credos, sobre a Origem do que é Eterno… Perguntas como: “De onde viemos e para onde nós vamos” são discutidas desde que o Homem é Homem. Existem várias Teorias que vale a pena serem discursadas e aqui venho com algumas que acho significantes.

Osho dizia que: “O Eterno não pode ser Excitante pois se este vai ser Eterno, precisa ser Silencioso, Cheio de Paz, Abençoado. Ser um expectador de nossa própria vida nos dá a chance de ver que somos duas metades, uma que vai Morrer(o Corpo) e outra que vai Viver Eternamente(a Essência/o Espírito).” Esta visão nos deixa livre para aceitar a morte do que vai morrer(o Corpo) e assim o medo se vai.

Outra visão de ver a vida como um prolongamento da nossa existência,
se você não acredita em vida após a Morte, Paraíso, etc… pode ser em se fazer Imortal em Vida. Tem um ditado que de tão antigo, já virou Dito Popular e ninguém sabe quem o inventou mas que tem muita sabedoria e serve para reflexão: “Plante uma Árvore, escreva um Livro e faça um Filho”.

Os Realistas acreditam que eles tem que fazer a sua própria Realidade, sem Crenças, sem Ideologia, sem Religião… e não tem nada de errado nisto, mas que tal se nós pegássemos um pouco de cada coisa e fizéssemos uma Realidade que se adapte a nossa necessidade? Eu acredito que precisamos de Qualidade de vida para viver com dignidade. Se você quiser ter Harmonia na sua vida, o ideal é que você tenha aos quatro elementos da Natureza(Terra, água, Fogo e Ar)em equilíbrio no seu organismo, pois quando morremos o nosso Corpo desaparecerá com a Terra, nossa Respiração com o Ar, nosso Fogo voltará para o Sol e nossa água voltará para o Oceano. O seu Céu interior, encontrará o Céu(Universo)Exterior e assim nos tornamos um com o todo, pois o todo nos transformou em um.

Coloque toda sua energia no Amor, no Positivo e você ficará surpreso… é difícil pra caramba pois somos Luz, mas também somos trevas e o Ideal para se viver em Harmonia, seria ter os dois Pólos em equilíbrio. “A escuridão é um estágio da luz”. Que optemos por ser Luz, que possamos nos observar sempre e se tivermos a oportunidade, que possamos mudar para melhor SEMPRE…

By The Way! Deixo a estória da Jaboticaba de Mário de Andrade

O TEMPO E AS JABUTICABAS

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver 
daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela 
menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela 
chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. 
Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir 
quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos 
para reverter a miséria do mundo. Não quero que me convidem 
para eventos de um fim de semana com a proposta de abalar o milênio.
Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos, normas, procedimentos e regimentos internos. 
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, 
que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões
de ‘confrontação’, onde ‘tiramos fatos a limpo’. 
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: ‘as pessoas 
não debatem conteúdos, apenas os rótulos’. 
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a 
essência, minha alma tem pressa…
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente 
humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não 
foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, 
e deseja tão somente andar ao lado do que é justo. 
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse
amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.’
O essencial faz a vida valer a pena.

Mário de Andrade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.