Que voltemos as origens dos nossos instintos

Qual é o seu primeiro pensamento quando você escuta a palavra LOBO(Canis Lupus ou Rufus do Latin)?

Foi colocado no coletivo da sociedade que lobo é sinônimo de fera feroz, existem os lobos da finança, o lobo Mal da estória de Chapeuzinho vermelho, da estória dos três porquinhos, etc… mas se eu te falar que o ser humano, em especial, o instinto feminino, tem tudo haver com os lobos. Ambos tem os sentidos(especialmente a intuição)bem desenvolvidos, tem uma capacidade imensa de demonstrar afeição, protege sua cria com garras e dentes, são fortes, curiosos, brincalhões, protetores, valentes, fiéis, adaptáveis(principalmente aos parceiros).

A repressão feminina/social vem de muitos mil anos atrás e esta repressão está sufocando a nossa força criativa, a essência da humanidade, a nossa intuição, o sexo, o círculo menstrual, a feminilidade, a nossa espontaneidade… os especialistas só se interessam em solucionar os problemas medicando ou criando mais terapias, treinos, etc, e a fonte do problema que é a desconexão da essência é pouquíssima falada e quando é, ou vira misticismo ou religião. Muito se fala em problemas, fraquezas, doenças, mas pouco se fala em nossa riqueza pessoal, nossas potencialidades, da nossa força de sobrevivência, de reparação, de superação, etc…

O nosso instinto é uma energia feminina e se observarmos o coletivo, muitas das energias femininas estão sendo exterminadas ou oprimidas, como por exemplo, as matas, muitas espécies de animais, a naturalidade do ser humano… e assim, as nossas perspectivas cada dia vão ficando mais estreitas pois a energia feminina é expansão.

Ativamos nosso instinto/intuição quando passamos por uma situação de emergência ou quando seguimos nossa natureza natural, isto acontece através dos nossos sentidos e pode ser estimulado através da música, poesia, contato com a natureza, quando seguimos nossa intuição(nosso sexto sentido)bem orientado por nós mesmos. No caso das mulheres, quando parimos, amamentamos, educamos, quando protegemos nossa cria. Nosso instinto nos dar uma força que pode ser Criativa ou destrutiva dependendo do que você alimenta dentro de você.

Quando perdemos o contato com este sentido/força, perdemos a capacidade de imaginar formas, imagens, deixando assim os outros sentidos vagos, sem vida, apáticos, sem mudanças, no silêncio, sem inspiração, ficamos estéril nos ciclos normais da vida… olhamos para fora, ao invés de olharmos para dentro. Que possamos nos sentir seguros, que possamos saber quem é a nossa tribo, nosso porto seguro, que nossos sentidos estejam sempre acordados, juntamente como nossa intuição, que sejamos livres, que tenhamos conhecimento próprio e de quem esteja ao nosso redor, pois é nos sentindo seguros que confiamos nos outros.

-O Portal da nossa intuição é ultrapassado através das cicatrizes que a vida nos dá.

REGRINHAS GERAIS PARA A VIDA DOS LOBOS
(Retirado do Livro Mulheres que correm com Lobos de Clarissa pinkolo)

1. Coma

2. Descanse

3. Perambule nos intervalos

4. Seja leal

5. Ame os filhos

6. Queixe-se ao luar

7. Apure os ouvidos

8. Cuide dos ossos

9. Faça amor

10. Uive sempre

Quando criança, Opal Whitely escreveu a seguinte mensagem acerca da reconciliação com a Intuição.

Hoje, quando a noite ia chegando, eu acompanhei
a garota que não podia ver
os caminhos na floresta escura,
onde era a escuridão e sombras.
Eu a levei em direção a uma sombra
que estava vindo em nossa direção.
A mesma tocou suas bochechas
com seus dedos aveludados.
E agora ela também era a sombra
Tem gosto de sombra.
E assim, o medo dela foi embora

Nota do Autor: Atualizo este Blogue à cada 2-3 dias, se você gostou, inscreva seu e-mail logo abaixo e assim, você receberá nossas atualizações em Primeira mão. MJ 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.