De onde vem nossas Crenças?

5% de nossas crenças vêm do nosso Consciente e 95% delas vêm do inconsciente… para ter acesso ou trazer a tona estes 95% para seu entendimento é preciso observar suas reações, pensamentos e ações… enfim, sua rotina no geral.  Onde você tiver mais problemas, ali está a pista para alguma programação que não esteja lhe fazendo bem.

Crença é uma regra, um aprendizado. É, em geral, um generalização de um aprendizado. Algo que experimentei e marquei como uma verdade. Depois de aprendido, fica guardado na sua mente inconsciente. Não tem nada haver com religião.
Depois de aprendido é automático, como um hábito. Você não fica pensando sobre suas crenças, você se depara com novas experiências e pode ou não ativar gatilhos que tragam à tona essas verdades.
As crenças surgem de experiências, da forma como interpretamos nossas experiências. Experiências ruins e até mesmo experiências neutras. O importante é a forma como eu interpreto a experiência e gravo isso em mim. No momento em que você se torna consciente, acalma a mente e começa a ouvir sua mente inconsciente, as verdades irão pipocar pra você. (retirado do site: Crescimentocontinuo.com).

A mente precisa ser liberada da comparação, da perfeição ou poderá cair em um ciclo vicioso de autossabotagem. Se tivermos em mente que os defeitos dos outros são nossos também, o julgamento e a má aceitação podem ser bem trabalhados, assim o “Eu” ou “Meu”(o EGO) é afastado se tornando um corpo, uma mente, etc… Julgamento é o processo que nos separa do TODO e de nós mesmos. Não podemos simplesmente parar de pensar pois o pensamento é algo automático na nossa mente, chegamos a ter entre 12 e 70 mil deles por dia, mas temos a opção de escolher que tipo de pensamentos nós queremos ter.

Existem 4 maneiras de nos desenvolver Emocionalmente:

1– Voltar a ser Criança procurando esquecer o que é certo e o que errado.

2- Estar aberto para aprender novas coisas.

3- Encontrar seu Paraíso privado, só seu.

4- Ser um sonhador.

O hemisfério esquerdo do cérebro é responsável pela lógica e o direito pela Criatividade. Todo bebê nasce criativo e com o hemisfério esquerdo desativado… o que acontece é que no processo de sociabilidade, escrita, regras, matemática, etc, fazem com que os pequenos gênios desenvolvam o lado esquerdo e na maioria dos casos, este hemisfério esquerdo se desenvolve mais que lado criativo. As drogas ou medicinas, no geral, faz com que podemos equilibrar as químicas nos hemisférios da esquerda e direita do cérebro, mas a melhor notícia é que um relaxamento profundo(medição) faz o mesmo trabalho sem causar muitos danos como as drogas, para quem estiver com os hemisférios em desarmonia. O ideal seria se o hemisfério direito fosse mais desenvolvido, mas infelizmente não é esta a realidade da grande maioria.

A relação com Deus e a Morte para o Cientista Stephen Hawking:

O cientista Stephen Hawking(jan-1942/ mar-2018), foi uma daquelas pessoas cujas opiniões sempre interessaram a todos. Diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) quando tinha apenas 21 anos de idade, Hawking viveu para desafiar o próprio diagnóstico e, ao contrário dos médicos que estimavam sua morte na juventude, continuou se dedicando a seus estudos sobre o Universo e teve uma vida longa e cheia de realizações até a sua morte com 76 anos de idade, depois de 55 anos da doença.

Para Hawking, sua doença, que eventualmente o deixou paralisado, fez com que ele enxergasse a morte de uma forma diferente, mais filosófica, inclusive: “Eu tenho vivido com o prospecto de uma morte prematura pelos últimos 49 anos. Não tenho medo da morte, mas não tenho pressa de morrer. Tem muita coisa que eu quero fazer antes”, disse o físico em uma declaração ao The Guardian, em 2011.

Na mesma ocasião, ele também falou sobre vida após a morte e deixou claro que não tinha a expectativa de encontrar alguma coisa nesse sentido. Para ele, o cérebro é um computador que simplesmente para de funcionar quando uma pessoa morre: “Não há paraíso ou vida após a morte para computadores quebrados; isso é um conto de fadas para pessoas que têm medo da escuridão”, declarou o homem que vivia através do seu cérebro, para ele o intelecto era seu Deus.

Sobre a questão da crença humana em fatores divinos, Hawking dizia que isso é algo natural, mas que, cientificamente, o divino não é algo que possa ser comprovado ou explicado. Para ele, não há a necessidade de um criador para que o Universo exista.

Em seu livro “O Grande Projeto”, Hawking afirma que o maior triunfo da razão humana seria conhecer a mente de Deus, mas quando questionado sobre sua possível crença em Deus, ele logo explicou: “O que eu quis dizer por ‘nós conheceríamos a mente de Deus’ é que nós saberíamos todas as coisas que Deus saberia, se houvesse um Deus, mas não há. Eu sou ateu”.

Nota do Autor: Sabemos que existem três tipos de credos com relação a Deus e eles são através do mental, do emocional(coração) e do sinestésico(Corpo), onde todos três tipos deveriam ser respeitados da mesma forma. O Stephen Hawking é um típico exemplo mental, o emocional se relaciona com um Deus que esteja fora do indivíduo(Cristo, Big Bang, Shiva…) e o sinestésico(Corpo) onde o indivíduo é Deus, um pequeno modelo do Universo, assim como qualquer outra coisa que possua átomo e esteja conectado ao todo. Qual a sua crença sobre Deus?

Atualizo este Blogue à cada 2-3 dias, se você gostou, inscreva seu e-mail logo abaixo e assim, você receberá nossas atualizações em Primeira mão. MJ 

2 thoughts on “De onde vem nossas Crenças?

  1. muito bom post! ainda hoje reflecti nisso, sobre que Deus esta em cada um de nos. Nos so sentirimos isso quando nos libertarmos da prisao da mente e da falta de estabilidade das emocoes. tornando nos conscientes e neutros..nao e facil, e um processo muito longo.mas quando atingido abre se a porta para Deus, um amor e paz universal.um sentimento de unidade com o Universo.

    Liked by 1 person

  2. Oi Mary. Stephen hawking era Ateu e talvez não se interessa-se a descobrir nele mesmo Deus. Só se dedicou à Física. Perdeu muito tempo. Eu acredito num Deus criador de Jesus, dos anjos, do universo,dos humanos, enfim, de tudo. O seu poder é sublime aquele que não faz mal. Mas possui um poder destruidor. Por isso o respeitamos muito.

    Liked by 2 people

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.