Tia Dorinha e o “Saturno V”

De nome Maria das Dores Vila Nova Barbosa, Tia Dorinha é minha madrinha de Batismo e marcou minha infância com suas visitas quase que anuais. A Tia morava em São Paulo com meu tio materno Sinésio e suas quatro belas filhas. Receber a visita deles era um evento na nossa família.

Depois de +/- 30 anos de Sampa e um legado cultivado na cidade que nunca dorme, meus tios decidiram voltar a morar em PE. Em Pernambuco, eles já estão há +/- 20 anos… moram no interior, no pacato lugarejo de Lajedo do Cedro.

É interessante ver como os ciclos da vida nos surpreende, hoje meus tios estão cansados e com seus desafios na velhice, não sabemos se eles estão voltando a ser criança ou brincando de envelhecer, só sei que com sabedoria eles estão levando um dia de cada vez e daqui com 10.000 km de distância acompanho estas duas pessoas queridas.

Uma das coisas que marcaram minha infância com as visitas da tia, além dos presentes e dos passeios inesquecíveis, era a força de vontade dela quando se decidia a fazer algo. Posso até compara-la ao foguete Lunar Saturno-V, o qual foi responsável pelas missões Apolo e que deu a força para os astronautas pisarem na Lua pela primeira vez, fazendo assim com que o ser humano pudesse conquistar mais esta vitória.

A frase: “Um pequeno passo para o homem, um grande passo para a Humanidade” continua a ser usada em todo o Mundo para caracterizar grandes feitos. Acredito que a expedição de Migrar de um lugar para outro da minha família vem de longe e meus tios contribuíram para esta estatística quando decidiram mudar para São Paulo há uns 50-60 anos atrás.

20, de Julho de 1969 foi o ano que o homem pisou na Lua pela primeira vez, estamos fazendo 50 anos desta conquista este ano de 2019.
“A Águia pousou”. Foram estas as palavras que os astronautas Neil Armstrong, Edwin “Buzz” Aldrin e Michael Collins anunciaram o sucesso da primeira missão espacial tripulada a pousar na Lua juntamente com a Apollo-11, quinta missão espacial tripulada do Programa Apollo e a primeira a realizar alunagem… ganharam a fama, mas não poderemos esquecer do Saturno-V. 😉

Curiosidades sobre a Lua retiradas do site: Candeeirolua…

1- Ficamos seis vezes mais leves na atmosfera da Lua.

2- A Lua (ou Luna) é o único satélite natural terrestre e se formou à 4,6 bilhões de anos atrás, em torno de 30-50 milhões de anos após a formação do Sistema Solar. A Lua está em rotação síncrona com a Terra, o que significa que o mesmo lado está sempre voltado para a Terra.

3- O lado escuro da Lua é um mito:
Na realidade, ambos os lados da Lua vêem a mesma quantidade de luz solar, no entanto, apenas uma face da Lua é vista da Terra. Isso ocorre porque a Lua gira em torno de seu próprio eixo exatamente no mesmo tempo que leva para orbitar a Terra, o que significa que o mesmo lado está sempre de frente para a Terra. O lado mais afastado da Terra só foi visto pelo olho humano por uma nave espacial.

4- A ascensão e queda das marés na terra é causada pela Lua: Existem duas protuberâncias na Terra devido à atração gravitacional que a Lua exerce; uma no lado de frente para a Lua, e a outra no lado oposto que fica de frente para a Lua. As protuberâncias se movem ao redor dos oceanos conforme a Terra gira, causando marés altas e baixas ao redor do globo.

O Ano de 1969 foi legendário para o século passado, ano do Woodstock, Beattles, outras estrelas do Rock and Roll estavam revolucionando e o tempo era de fechamento de ciclo para que o novo pudesse chegar. Que abracemos o novo mas não esquecemos os que vieram antes de nós.

Como os nossos pais, link do Youtube:
https://youtu.be/2qqN4cEpPCw

Não quero lhe falar meu grande amor
Das coisas que aprendi nos discos(Livros)
Quero lhe contar como vivi
E tudo que aconteceu comigo
Viver é melhor que sonhar
Eu sei que o amor é uma coisa boa
Mas também sei que qualquer canto
É menor do que a vida de qualquer pessoa

Por isso cuidado meu bem
Há perigo na esquina
Eles venceram
E o sinal está fechado pra nós que somos jovens
Para abracar seu irmão e beijar sua menina, na rua
E que se fez o seu braco, o seu lábio e a sua voz

Você me pergunta pela minha paixão
Digo que estou encantada com uma nova invenção
Eu vou ficar nesta cidade, não vou voltar pro sertão
Pois vejo vir vindo no vento, o cheiro da nova estacão
Eu sei de tudo na ferida viva do meu coração
Já faz tempo que eu vi você na rua
Cabelo ao vento, gente jovem reunida
Na parede da memória
Essa lembrança e o quadro que dói mais

Minha dor é perceber
Que apesar de termos feito tudo que fizemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Como nossos pais

Nossos ídolos ainda são os mesmos
E as aparências não enganam não
Você diz que depois deles
Não apareceu mais ninguém
Você pode até dizer que eu ‘tô por fora
Ou então que eu ‘to inventando
Mas é você que ama o passado e que não vê
É você que ama o passado e que não vê
Que o novo sempre vem

Hoje eu sei que quem me deu a ideia
De uma nova consciência e juventude
Ta em casa guardado por Deus contando vil metal
Minha dor é perceber
Que apesar de termos feito tudo, tudo, tudo que fizemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Como nossos pais

Nota do Autor: Atualizo este Blogue à cada 2-3 dias, se você gostou, inscreva seu e-mail abaixo em Follow Blog Via E-mail(Siga o Blogue via e-mail)assim, você receberá nossas atualizações em Primeira mão. MJ 

One thought on “Tia Dorinha e o “Saturno V”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.