A ligação da Comida com o Sexo

Lendo o título desse texto você deve estar se perguntando qual a ligação entre comida e sexo… A resposta é simples, sexo e comida são polaridades e se contrapõem entre elas. Mas a resposta mais exata vem da relação que temos com nossa genitora desde a época do nosso nascimento quando fomos alimentados pelo leite materno de nossa mãe… que quando recebemos amor, não ligamos para o peito mas quando não recebemos a atenção que gostaríamos, viramos uma máquina de mamar.

Enfim, existe uma co-relação entre sexo e comida e o problema cresce quando estas energias estão desequilibradas… o que fazer para equilibrar estas energias, então? Se observar e ter bons hábitos seria a resposta correta mas seria tão fácil se observar?

Vamos falar sobre alguns fatores fisiológicos como o desejo por exemplo…

O desejo explode primeiro na cabeça

Para entrar em estado de excitação basta sentir um estímulo que se associe a uma situação prazerosa guardada na memória. Veja aqui as etapas do despertar do desejo.

1 – Os estímulos chegam ao cérebro através dos cinco sentidos ou provocados pela imaginação.

2 – O cérebro tem áreas específicas para receber esses estímulos.

3 – Cada informação é buscada no arquivo de coisas agradáveis e desagradáveis guardadas no sistema límbico, região também ligada aos instintos.

4 – O córtex cerebral analisa o “relatório” do sistema límbico e toma (ou não) a decisão de liberar as substâncias que vão excitar o sistema nervoso.

O sistema nervoso se excita em milésimos de segundo

Milhões de neurônios derramam substâncias euforizantes no cérebro.

Lenha na fogueira

O glutamato, um neurotransmissor do grupo dos aminoácidos excitatórios, se encontra em várias partes do encéfalo, mas em maior concentração no córtex cerebral e no sistema límbico, a parte mais primitiva do órgão. Seu papel é simplesmente excitar o próximo neurônio.

Outro tipo de fome

Secretada pelas glândulas supra-renais, a adrenalina é um hormônio que acaba denunciando a pessoa que sente tesão: causa arrepio, aumenta o batimento cardíaco e a pressão arterial e ainda libera reservas de glicogênio do fígado, cortando o apetite do apaixonado.

A atração física precisa de um kit básico

São as glândulas endócrinas que preparam o organismo para desenvolver a vontade

Onde tudo começa

O hormônio luteinizante, fabricado na hipófise, é o responsável pelo desencadeamento da maturidade sexual tanto nos homens quanto nas mulheres. Ele também regula a ovulação e estimula os hormônios sexuais guardados nos órgãos genitais.

Típico de homem

Embora também esteja presente em pequeníssima quantidade nos ovários, é nos testículos que se produz a testosterona, o principal hormônio sexual masculino. Além de reger a atividade sexual do homem, também é responsável pelo crescimento.

Afrodisíaco natural

Desde 1993 a ocitocina, fabricada no hipotálamo e guardada na hipófise, é tida como o hormônio do prazer. Quando cai na corrente sanguínea, sensibiliza os músculos, aumentando a intensidade do orgasmo pela contração muscular.

Coadjuvante amoroso

O cortisol, secretado pelas glândulas supra-renais, acaba influindo no tesão por tabela. Seu papel é estimular a produção de insulina, hormônio presente do pâncreas que quebra açúcar do sangue e dá energia. O cortisol, portanto, dá o maior pique e também eleva a pressão arterial. (retirado do site: Superinteressante).

A Solução para não cair nos extremos de virar um pervertido sexual ou um mais novo candidato a obesidade seria se Amar primeiramente, se observar e tomar decisões que não tenham tantas consequências negativas na sua vida. Ame seu corpo, quando estiver com um parceiro de caminhada, demonstre seu afeto e seu carinho por ele(a)… abraços e beijinhos nunca são demais, andar de mãos dadas, simplesmente não perca a oportunidade de demonstrar o seu carinho pelo outro-(a). A diferença entre comida e sexo é que Amor nunca é demais, já com relação a comida, uma dose exagerada pode te fazer bem mal. Qual dessas duas polaridades seria sua favorita? Ou talvez uma dose equilibrada das duas te levaria a plenitude…?!

One thought on “A ligação da Comida com o Sexo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.