Somos todos UM

Certa vez um Mestre mandou que chamassem determinado discípulo, que se encontrava recluso em sua cabana, nos arredores de um mosteiro Zen. Este discípulo já estava com este Mestre há anos, treinando sob sua direção. Como o Mestre tinha muitos discípulos, era difícil de se conseguir uma entrevista particular com ele... O discípulo achou inusitado … Continue a ler Somos todos UM

Apego

Um dia morreu o guardião de um mosteiro Zen. Para decidir quem seria a nova sentinela, o mestre convocou os discípulos e disse: – O primeiro que conseguir resolver o problema que eu vou apresentar assumirá o posto.  Então, numa mesa que estava no centro da sala, colocou um vaso de porcelana muito raro, com uma … Continue a ler Apego

A Beleza e a Arte

Os Gregos acreditavam que as Musas da Arte poderiam ser apreciadas através da Música, da História, da Comédia-Tragédia(Teatro), da Poesia lírica ou sagrada, da Eloquência, da Dança e da Astronomia... Assim, expressando essas ideias, sentimentos, conseguiríamos chegar a perfeição, poderíamos evoluir como seres humanos. Para Platão, o Belo está pautado na noção de perfeição, de … Continue a ler A Beleza e a Arte

Rafi, em busca de Deus

Mais uma da série de contos Zen, retirado do blog: Ventos de paz "Rafi percorreu por muitos anos em busca de Deus...Se Deus existia, queria encontrá-lo. Senti-lo em seu coração.Conheceu muitos lugares sagrados. Viveu com pessoas que oravam a Deus o dia inteiro; outras que entoavam cantos sagrados a Ele, outras que dançavam para Ele, outras que jejuavam ... … Continue a ler Rafi, em busca de Deus

O Monge e a Pedra – Mestre Matsuo

Todos os dias o monge, vestindo seu manto amarelo saía do mosteiro, caminhava por cinco quilômetros e se sentava  em frente a um grande rochedo à sombra de uma árvore. Não dizia nada. Apenas ficava ali, diante da rocha como se estivesse a admirá-la por horas a fio. As pessoas que passavam pela estrada também … Continue a ler O Monge e a Pedra – Mestre Matsuo